No tempo do vinil


vinil Sem dúvida nenhuma eles nunca vão morrer uma vez que uma grande parte dos adoradores de músicas boas preferem o bom e velho chiado do vinil ao som digital laser HD e coisa e tal dos CDs, DVDs, MP3 e etc…
Bom mesmo é trocar o lado do LP (Long Play), posicionar a agulha da “vitrola” na posição exata da faixa que quer ouvir.
Muitos (como eu) defendem que o som do vinil é muito mais fiel à realidade do que os de CD que são digitais enquanto as gravações de vinil são analógicas, reproduzindo assim o som dos instrumentos com maior fidelidade e naturalidade. Gravações digitais cortam as freqüências mais altas e mais baixas para equalizar, cortando assim a expressão natural do som, ecos e harmônicos.


disco_vinil Muitos preferem os meios atuais de áudio pelo fato de não ter ruído (ser um som mais limpo) mas o que mais encanta os amantes de uma boa música são aqueles chiados característicos do vinil.
Muitas das músicas antigas que são relançadas atualmente em CD, DVD e etc são na maioria das vezes totalmente diferentes das gravações do vinil pois no processo de remasterização são perdidas diversas características. Durante este processo para “limpar” o som é perdido o som de alguns instrumentos e tonalidades. Quando de ouve uma música gravada em CD e depois de ouve a mesma no vinil tudo isto que estou relatando é percebido na hora. A diferença é enorme.
foto-dj Sem medo de errar, todo bom DJ que se presa utiliza vinil até hoje… Claro que hoje em dia as músicas são mixadas e digitalizadas mas no seu íntimo o vinil predomina. Principalmente os DJs da velha guarda não abrem mão de um bom e velho vinil em suas festas. É d+ ver o DJ fazendo aqueles verdadeiros malabarismos para trocar os discos nas pick-ups… Sem comentários, é ótimo.

Essa é pra quem realmente gosta: Pessoal o bom e velho vinil está voltando… Em várias lojas que vou ele está lá, em destaque, como um troféu e a venda…
Muitos artistas estão voltando a gravar como Pitty (Álbum Chiaroscuro), Nação Zumbi e muitos outros (Nacionais e Internacionais).

Uma curiosidade: o disco de vinil não precisa de um aparelho de som propriamente para ser "tocado". Pode-se experimentar colocar o disco rodando sem áudio, com as caixas de som desligadas. Conseguir-se-á, então, ouvir o disco, pois seu princípio de funcionamento se baseia na vibração da agulha no sulco (espiralado, como um velódromo, tendendo ao infinito como uma linha reta) dentro das ranhuras, que nada mais são do que a representação frequencial do áudio em questão. Mas hoje devido a questão de fácil cópia dos CDs muitas bandas (principalmente Rock) estão lançando seus álbuns novamente em Vinil para evitar a pirataria.

Nos próximos artigos estarei falando de outra pérola de nossa época, as fitas K7… Muito bom também, aguardem…

1 Comentários:

gil

salve salve,o bom e velho vinil!
tenten ouvir um jazz,tipo louis armstrong ou algo parecido,com certeza irão se apaixonar também!!!!
espetáculo de texto primo.continue assim!

Deixe seu Comentário

Seu comentário é muito importante.
Comente, opine, se expresse a vontade. Este espaço é todo seu!

Se quiser fazer contato por e-mail utilize nosso formulário para contato.

Espero que tenha gostado e que volte sempre!
Obrigado por sua visita.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Nossos Amigos

Estatísticas

Artigos

acompanhe

Comentários

comente também

Seguidores

Siga no twitter

Assinantes

Assine também!

1386 Amigos

Siga no Facebook

  ©Blog dos Velhinhos - Todos os direitos reservados.
Design template by Blog dos Velhinhos | Topo