Raul Seixas


raul-seixas Lembrar das minhas viagens de família nos anos 80 e 90 para Ubatuba e não lembrar de Raul Seixas não dá. Sempre que íamos de férias acampar meu pai preparava o toca discos para gravar várias fitas K-7 com músicas de Raul Seixas, Oswaldo Montenegro, Belchior e outros (que também serão lembrados…) e pegávamos estrada ao som do Roadstar com um equalizador Tojo e cantando muito…
Lá no camping sempre formava aquela rodinha tocando violão e cantando e lá estava o Rauzito de novo. Era “Sociedade Alternativa” pra cá, “Gita” pra lá, era o maio sucesso. Mas agora vamos falar um pouco mais sobre esse louco mestre do rock nacional.

Raul Santos Seixas, mais conhecido como Raul Seixas mesmo era natural de Salvador mas rapidamente se tornou um homem do mundo.

Raul Seixas Seu gosto musical foi se moldando: primeiro, no rádio, acompanha o sucesso de Luiz Gonzaga, e nas viagens, onde acompanha o pai, ouve os matutos desfiarem repentes - e esta "raiz" nordestina nunca o abandonara. Porém, logo Raul Seixas conheceu um estilo que influenciou muito sua vida: o Rock'n Roll. Raul teve contato com o Rock através do consulado norte-americano, que ficava próximo de sua casa. A partir daí, foram muitas horas diárias na loja "Cantinho da Música", ouvindo discos de rock e várias sessões nos cinemas, onde passou a apreciar as performances de Elvis Presley, de quem torna-se fã. Tão fã que chega a fundar o "Elvis Presley Fã-Clube de Salvador".[1] Sempre gostou também de clássicos do rock dos anos 50 e 60.
Juntamente com alguns amigos de Salvador, monta um conjunto, "Os Relâmpagos do Rock", a primeira banda de Salvador a utilizar instrumentos elétricos. Mais tarde, a banda muda de nome, passa a se chamar "The Panters", e por último "Raulzito e os Panteras".
raul1 No início dos anos 1970, Raul se interessou por um artigo sobre extraterrestres publicado na revista A Pomba e teve o seu primeiro contato com o escritor Paulo Coelho, que mais tarde, se tornaria seu parceiro musical.
No ano de 1973, Raul conseguiu um grande sucesso com a música "Ouro de Tolo" no álbum Krig-Ha, Bandolo, uma música com letra quase autobiográfica, mas que debocha da Ditadura e do "Milagre Econômico". O mesmo LP também continha outras músicas que se tornaram grandes sucessos, como: "Metamorfose Ambulante, "Mosca na Sopa" e Al Capone.
No ano de 1974, Raul Seixas e Paulo Coelho criam a Sociedade Alternativa, uma sociedade baseada nos preceitos do bruxo inglês Aleister Crowley, onde a principal lei é "Faze o que tu queres, há de ser tudo da Lei". Em todos os seus shows, Raul divulgava a Sociedade Alternativa com a música de mesmo nome. A Ditadura, então, através do DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) prendeu Raul e Paulo, pensando que a Sociedade Alternativa fosse um movimento armado contra o governo. Depois de torturados, Raul e Paulo foram exilados para os Estados Unidos onde Raul Seixas teria supostamente se encontrado com John Lennon. No entanto, o seu LP Gita gravado poucos meses antes faz tanto sucesso com a música "Gita", que a Ditadura achou melhor trazer os dois de volta ao Brasil para não levantar suspeitas sobre seus desaparecimentos.
No final da década de 70 as coisas começaram a ficar ruins para Raul. A parceria com Paulo Coelho é desfeita.
No ano de 1980, assina novamente contrato com a CBS, lançando mais um álbum, Abre-te Sésamo, que contém outros sucessos e têm as faixas "Rock das 'Aranha'" e "Aluga-se" censuradas. Logo depois o contrato é rescindido.

1-raul-seixas O fim de sua carreira e vida se deu após As 50 apresentações pelo Brasil que resultaram naquele que seria o último disco lançado em vida por Raul Seixas. O disco foi intitulado de A Panela do Diabo, que foi lançado pela Warner Music Brasil no dia 19 de agosto de 1989.
Dois dias depois, na manhã do dia 21 de agosto de 1989, Raul Seixas foi encontrado morto sobre a cama pela sua empregada Dalva, por volta das oito horas da manhã, vítima de uma parada cardíaca: seu alcoolismo, agravado pelo fato de ser diabético, e por não ter tomado insulina na noite anterior, causaram-lhe uma pancreatite aguda fulminante. O LP A Panela do Diabo vendeu 150.000 cópias, rendendo a Raul um disco de ouro póstumo, entregue à sua família e também a Marcelo Nova, tornando-se assim um dos discos de maior sucesso de sua carreira.

Bem como a vida, a morte de Raul Seixas também não foi nada normal. Seu caixão foi roubado por centenas de fãs no meio do velório que cantando levaram o caixão em seus ombros ao som de “Sociedade Alternativa” para seu último e mais maluco passeio por Salvador, onde foi enterrado. Este dia ficou conhecido como “O dia que o Rock Parou”!

Rausito, Ainda te amamos !!! Seus Fãs…

4 Comentários:

Délia Cabral

amorrr seu blog ta mtooo bomm... adoro Raull

J.Ricardo

Sinto saudades daqueles tempos onde eram familias que acampavam e a única droga que rolava era caipirinha de vodca e cerveja, um bom tira gosto e muita musica ao som de violão e vozes, várias, afinadas ou nem tanto, mas eram bons tempos.

José Carlos Junior 82208730

Muito bom

Anônimo

Raul Seixas... Quantas biritas (faz o que tú queres, há de ser tudo da lei....), quantos porres.... Tempos bons....rsrsrsrsrsrs

Deixe seu Comentário

Seu comentário é muito importante.
Comente, opine, se expresse a vontade. Este espaço é todo seu!

Se quiser fazer contato por e-mail utilize nosso formulário para contato.

Espero que tenha gostado e que volte sempre!
Obrigado por sua visita.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Nossos Amigos

Estatísticas

Artigos

acompanhe

Comentários

comente também

Seguidores

Siga no twitter

Assinantes

Assine também!

1386 Amigos

Siga no Facebook

  ©Blog dos Velhinhos - Todos os direitos reservados.
Design template by Blog dos Velhinhos | Topo